01/08/2010

CARTÃO MARISA


redação 30/07/2010, com dados do Earnings Release

Evolução da base de cartões private label

A Marisa Lojas fechou junho com 10,4 milhões de contas (13,6 milhões de cartões), um aumento de 17,0% sobre a posição em junho do ano passado. No segundo trimestre de 2010, foram abertas 381,8 mil contas novas, um acréscimo de 26,2% na comparação com igual período de 2009. As contas ativas no 2T10 somaram 2,1 milhões.




Vendas através dos Cartões Marisa (Private Label e co-Branded)

As vendas de mercadorias através dos Cartões Marisa cresceram 16,9% passando de R$258,4 milhões no 2T09 para R$302,1 milhões no 2T10. O aumento foi determinado pelo crescimento das vendas totais da empresa. 

No acumulado do ano, as vendas através do Cartão Marisa somaram R$509,6 milhões, montante 20,6% superior ao reportado no mesmo período do ano passado. Além do aumento das vendas totais, houve um ligeiro crescimento da participação dos cartões Marisa no total de vendas, de 52,5% no 1S09, para 52,6% no 1S10. Essa diferença é consequência do maior gasto médio verificado entre os consumidores que possuem o cartão co-branded.





No segundo trimestre deste ano, a participação das vendas parceladas com juros, feitas através do cartão private label, foi de 20,3%, redução de 7,1 p.p. em relação aos 27,4% reportados no 2T09. A melhora do cenário macroeconômico e das condições da população brasileira resultaram em menor propensão a fazer uso de prazos mais longos no pagamento das compras. O reflexo foi igualmente visto no acumulado do ano, com a participação das vendas parceladas com juros caindo 6,7 p.p., passando de 26,6% no primeiro semestre de 2009, para 19,9% no 1S10. 

Já no cartão co-branded, a participação das vendas parceladas com juros cresceu 12,2 p.p., de 5,2% no 2T09, para 17,4% no segundo trimestre deste ano. A explicação está na base de comparação pois, no ano passado, o cartão co-branded estava há pouco tempo no mercado. No acumulado do semestre, houve crescimento de 11,9 p.p. na participação, para 17,8% no 1S10.



Receita Líquida do Cartão

No segundo trimestre deste ano, a receita líquida somou R$ 85,5 milhões, representando um acréscimo de 11,2% na comparação com igual período de 2009. O resultado foi afetado pelo crescimento de 60,8% na receita de seguros, em função do esforço da Marisa em aumentar a receita com serviços financeiros através do seu private label. Outro fator positivo veio da Operação Itaú. Houve, ainda, a influência do aumento da recuperação da dívida, com atraso superior a 180 dias, dos clientes do cartão próprio. No ano, a receita líquida acumulou R$ 164,7 milhões, alta de 9,4% na comparação com a reportada no mesmo período do ano anterior.





Acordo Comercial com o Itaú

Entre abril e junho deste ano, o resultado do cartão co-branded foi de R$ 7,1 milhões (valor referente aos 50% de profit sharing do acordo comercial com o banco), um crescimento de 39,6% sobre o mesmo trimestre de 2009. A quantidade de transações realizadas pelos clientes do co-branded, dentro e fora da Marisa, aumentou 138,4% entre os períodos  analisados. No acumulado do ano, houve expansão de 113,8%, passando o resultado de R$6,5 milhões no 1S09 para R$13,9 milhões no 1S10. 


Nenhum comentário: